terça-feira, 18 de maio de 2010

Por: Caio Fernando Abreu

Que te dizer? Que te amo, que te esperarei um dia numa rodoviária, num aeroporto, que te acredito, que consegues mexer dentro-dentro de mim?
É tão pouco.
Não te preocupa.
O que acontece é sempre natural

- se a gente tiver que se encontrar, aqui ou na China, a gente se encontra.

2 comentários:

Bahh Grou. disse...

Torço sempre pelos encontros!
Gostei do teu blog!
Beijo.

Bahh Grou. disse...

Haa escreve tão pouco poer aqui, deveria escrever mais!
Tem selo pra você no meu blog! Beijo!